quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Poesia Ritmada

Eu adoro Bossa Nova. Dane-se quem queir adizer que é chata, que é musica de bicha, que é isso ou aquilo. Meu estilo de musica favorito é o Rock, mas não resisto a Bossa Nova. De tudo que eu já ouvi em portugês, talvez seja o que eu mais goste.

Jogue fora seu preconceito musical, busque um banquinho e um violão, e conheça esse som do Brasil.

João Gilberto, Tom Jobim e Chico Buarque são meus favoritos.

Chico - Construção




João Gilberto - Sampa.




Tom - Insensatez

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Escrever É Especular

Essa semana um professor de literatura me falou que qualquer um que escreva sobre o futuro sôa ridiculo. Também disse que se ele fosse escrever algo, retrataria o passado ou o presente. No momento não tive oportunidade de falar, mas particularmente isso me pareceu ridiculo.
A justificativa era que podemos retratar o passado e o presente pois conhecemos suas caracteristicas e modo de funcionar, enquanto retratar o futuro é pura especulação que inevitavelemnte anos depois, quando as previsões se mostrassem erradas, pareceria piada.

Antes de entrar no merito de Sci-Fi (ficção cientifica e futurismo), do qual falarei em outra oportunidade, ser ou não ridiculo, me foco no que o professor disse sobre escrever falando do passado.

Muita ingenuidade achar que podemos escrever sobre o que já foi. Digo, é quase tão especulativo quanto falar do futuro.
Quem estuda historia pode confirmar o que vou dizer: Não temos como saber o que se passava na mente das pessoas, suas motivações, seus sonhos e sua noção de realidade sem termsos vivido o mesmo.
O principio basico da historia é que tudo que sabemos dela é especulação com base nos fraguementos que temos, tanto que ela nem pode ser realmente chamada de ciencia.
Já ao falar do futuro, usamos os padrões conhecidos e as tendencias atuais para especular. Não é muito diferente.
Fundamental dizer que, retratar uam realidade que não é a nossa, nunca será realista. Por isso a declaração do professor a mim caiu como boba. Que pretenção ele pode ter de falar do passado sendo que menospreza a fala sobre o futuro?

E mesmo para falar do presente, mesmo situando seu prosa no contemporaneo, também normalmente caimos na especulação. Será que alguem pode falar da realisade de outro povo ou grupo? Alguem de berço rico pode querer ser a voz de quem passa fome? É especulação também.

Não quero dizer que não faz sentido escrever sobre qualquer coisa que não a sua vida. Só quero dizer que desqualificar uma obra por falar de algo do qual o autor não tem conhecimento pleno é muito ingenuo.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

The Kinks Lola

Aah, essa musica é bem divertida. Certa vez os Kinks e seu produtor musical foram a uma casa noturna se divertir. Beberam todas e a certa altura o produtor se engraçou com uma guria que, bem, era um travesti. O produtor, bebado, foi embora com o travesti, e os membros da banda, muito solidarios ao amigo, fizeram uma musica para contar pra todo mundo.

Arte Não é Bonita

Vou fazer um desabafo. Me revolta como certas pessoas buscam beleza na arte. Meu Deus, será que elas são tão ingenuas assim? Arte não tem que ser bela. Digo mais, em geral, as grandes obras de artes não são belas.

A arte deve comunicar o que as palavras simples não podem. A literatura, as artes plasticas, o cinema, os quadrinhos, a musica, etc, são veiculos de exteriorização do que sentimos profundamente. Eles retratam fatos, e pensamentos de um modo unico, pois, por meio deles, é quase que possivel entender as motivações e percepções do realziador, o que palavras ao vento jamais fariam.

Vejam por exemplo Guernica, de Picasso. Quadro muito famoso, você já o viu antes:



Nada tem nada de belo aqui, o quadro é impressionante, ele passa todo o terror da guerra civil espanhola. As formas distorcidas, as expressões de desespero nos rostos até mesmo dos animais. As pessoas que chegam a lembrar esperitos tentando fugir de seus corpos, da dor. Sem duvida uma grande obra de arte. Ao que ela se propõem? A denunciar, a jogar na cara do mundo o que se passava naquele local e naquele tempo. Mesmo hoje ainda é facil sentir a furia e a frustração com que o artista pintava.

Mostrei uma pintura pois é o tipo de arte mais rapidamente associada a beleza. Também quero usar um exemplo do cinema, arte que é lembrada fortemente com o entreterimento.

Um dos meus diretores favoritos é Lars Von Trier. Seus filmes me marcam. Ele é respeitado por muita gente cuja opinião respeito também. E odiado por muita gente cuja opinião desprezo. Não é um cara que você é obrigaod a gostar, ams recomendo que preste atenção no que ele faz.
Anticristo, filme mais recente dele. Segue o cartaz:



Não é um filme bonito. Não faz sentido (a arte também não é obrigada a fazer sentido). Não é facil. Ele não fez pensando em agradar ninguém, presumo. Realizadores como Von Trier, estão amsi precupados em msotrar algo. Neste caso, o filme foi feito imediatamente depois dele se recuperar de uma grave depressão. Gosto de pensar que a obra é sua forma de por pra fora tudo de podre que estava corroendo-o. Se alguem ver esse filme e achar "bonito", pode mandar pro hospicio.

O que quero dizer, é que as pessoas deviam se soltar desse ranço de querer que tudo seja agradavel e belo. A arte retrata a vida e os viventes. Estes não são bonitos normalmente, por isso não é justo cobrar que a arte seja.

Para finalizar, tente lembrar das obras de qualquer midia que realmente mexeram com você. As que mudaram algo na sua vida. As que você reconhece como grandes. Quero crer que em muitas você não consegue ver beleza, só sentimentos, bons ou ruins.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Elvis Presley A Little Less Conversation

Um classico. Que cara nunca quis mandar essa letra pruma garota?



O maior frontman da musica. A maior voz do Rock. A alma de uma geração. O Rei.

Elvis Vive!

A Delicia Que é a Inveja

Sugestão, leia esse texto ouvindo The Hives.


Já falei aqui de um sentimento que eu odeio, o amor. Falo hoje de um que eu amo, a inveja.
Ei, calma, baixe as pedras. Acho que você esta me olhando com uma das duas seguintes caras: "Intrigado, curioso", "Reprovação, repulsa". Minha mãe me olhou com a segunda cara quando eu falei pra ela que ia fazer um elogio a inveja.

Achoa inveja util e divertida. Util quando você é o invejoso, divertida quando você é o invejado. No caso de ser o invejado é mais facil de explicar, então vou começar por ele.

Adimita pra mim, você adora ser invejado. Faz uma puta bem pro seu ego! Quer um exemplo facil? Se você é homem e dorme com a garota mais linda disputada e cobiçada do colegio/faculdade/empresa, o que você faz em seguida? Conta pra TODOS os seus amigos, conhecidos e até alguns desconhecidos. Por que você faz isso? Não, não é pra que eles fiquem felizes pela sua felicidade, você sabe q eles não vão gostar. É justamente pra que eles fiquem PUTOS! Você quer mostrar o quão foda você é, quer mostrar que você faz o que eles não podem, quer mostrar que esta um passo a frente, quer que eles se sintam abaixo. Quer que eles tenham inveja. Não sou mulher, mas acho que a reciproca é verdadeira aqui.
Outro exemplo que eu gosto. Veja se isso já te aconteceu. Você é criança, na escola tem o "dia do brinquedo". Cada criança leva o seu brinquedo de casa. Você leva um brinqueod novo, lançamento, só você tem, é caro bonito e tem mais luzinhas que os outros brinquedos. As outras crianças querem o seu brinquedo. Você é o Rei do Parquinho aquele dia. Se isso nunca te aconteceu, meus pesames. Quem já teve a experiência sabe que isso é quase tão bom quanto um episodio novo de Dragon Ball na mente duma criança.
Você para na porta de uma balada num Audi A5. Os caras querem te matar, as mulheres querem dar pra você. Ambas as coisas são ótimas.
Uma mulher compra uma bolsa novo. Ela não comprou pra ela, ela comprou pra competir com as outras mulheres.
Está bom de exemplos, se não eu fico aqui até amanhã. No exemplo do homem que consegue ficar coma a mulher linda, contar pros amigos não fara ele pega-la de novo. Pelo contrario, se ela descobrir que ele esta espalhando, capaz das chances dele diminuirem. Mas e dai?
É da natureza do ser humano gostar de ser invejado. É divertido, você se sente o macho (ou a femea) alfa. Não é dificil de entender.

Agora explicar por que é bom SENTIR inveja. Prometo tentar ser sucinto. Não desista do texto ainda. Acho que todos comcordam que o auto aperfeiçoamento é algo bom. Todos deveriam tentar serem o melhor possivel. Mas o que nos leva a isso? Se não ouvesse ninguem para ver nossa loria, iriamos nos esforçar tanto? Creio que não. Queremso nos destacar aos olhos dos outros. E para nos destacarmos, precisamos ir mais longe do que os outros foram. Seja no que for que você queira se destacar, já tem alguem fazendo isso. Essa pessoa esta no lugar que você quer. Você quer ser o melhor, melhor que o melhor. Você tem que supera-lo. Você quer o lugar dele, você quer estar onde ele esta. Você tem inveja dele.
Ta ai a utilidade de sentir inveja. Ela é util. De faz querer ser melhor.

Você quer ser o melhor. E ter alguem lá em cima de msotrando o quão superior ele é. Alguem pra você se mriar, um alvo fixo a ser superado. Ajuda, muito. Pegue um lutador de MMA ou Boxe. Se o campeão da categoria se aposentar e derem o titulo a ele, ele via gostar, mas ele preferiria MIL vezes nocautear o campeão. Ai que esta o sabor.
Mas você não precisa odiar alguem que você inveja. Pelo contrario, eu admiro um monte de gente de quem morro de inveja. Como eu queria saber escrever como o Neil Gaiman. Como eu queria lutar como o Lyoto Machida. Como eu queria tocar como o Keith Richards. Como eu queria ter um blog foda como o do Andre Forastieri!! E eu admiro de mais esses caras. Morro de inveja deles. Mas farei meu melhor pra supera-los. Mesmo sabendo que é quase impossivel. Vou ler tudo que Gaiman escreveu, mais, vou ler tudo que Gaiman leu, vou estudar o que ele estudou e o que ele não estudou, vou fazer todo o possivel para ser melhor do que ele. Mesmo que eu não consiga, ao menos vou ter melhorado muito. E vou ser melhor que muita gente.
Existe dois tipos d einveja. A mesquinha, que te faz odiar e se lamuriar "Por que aquele maldito é melhor do que eu?" e a boa, que te faz evoluir "O que eu tenho que fazer para supera-lo?".
Se fosse conseguir ter a inveja boa, e invejar grandes caras, você estara no caminho certo.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Ode ao Ótimismo

Não, não é uma ode de verdade, é só um texto, não sou poeta, muito menos escrevo rimas.

Ouvi uma musica que me fez sorrir (aqui). Meu humor muda de hora em hora.

Quero falar de ótimismo. Algumas coisas muito importantes foram por água abaixo na minha vida, sofri muuuitoo, não mais do que qualquer um já sofreu pelos mesmos motivos, claro, não sou especial, mas sofri como poucas vezes.
Mas eu estou bem agora. De tudo o que e ocorreu, de todas as decisões erradas que tomei (em especial confiar nas pessoas erradas), não me arrependo de nenhuma, pois aprendi mais do que qualquer um poderia ensinar.


No final, passou, não morri como achei que morreria, e isso me faz pensar naquelas frases prontas como "Bata o mais forte que puder, só assim aprenderei a aguentar" ou "O que não nos mata, nos fortalece".
E eu já vi tanta gente passando por coisas tão piores do que eu, e ficando firme. E outros caindo pra coisas tão menores. No final, não costuma importar tanto o que acontece com você, o que vale mesmo é como você lida coma coisa.

E cara, ai que ta a verdadeira gloria. Se acontecer pra você coisas tão ruins que ninguem poderia suportar, se agarre a esse pensamento: "Eu to aqui, eu to vivo, pelo que eu passei mais ninguem vai passar, minha historia é minha e eu sobrevivi, de alguem jeito". Não sei se pra você isso vale algo, mas pra mim, esse pensamento empurra pra frente como ser atirado por uma bazoca.

Todas as experiencias da sua vida vão te ensinar algo ou te deixar mais duro. Ambas as coisas costumam ser boas.
Se tudo for a lama, vai pra lama se debatendo, lute até o fim, se ninguem reconhecer a sua força, você pelo menos sabera dela.
Quando for realmente o pior dia da sua vida, sorria. Se você ainda esta vivo, quer dizer que nada pode te matar. E a vida não fica estaguenada, se não vai piorar, só pode melhorar. Deu sorte cara. Até por que, cada pequena alegria depois disso, vai ter um gosto muito melhor.

Simon & Garfunkel The Sound of Silence

Uma das minhas musicas favoritas.



Se possivel, leia a letra. Se não entende ingles, aqui tem uma tradução.

Sonhos [1]

De 14 para 15 de setembro de 2010

Lembro de um fraguemento de um sonho.

Eu subia uma estrada de terra que saia de uma grande mas deserta avenida, ia até um terreno abandonado no final da estrada buscar algumas roupas e um par de tenis que eu havia jogado por lá, não me recordo porque.
Quase chegando ao terreno, me deparei com um cachorro. O cachorro era bem grande, parecia um São Bernardo, mas três vezes maior, e em vez de salvar ele parecia mais interessado em matar alguem.
Ele olhou pra mim e começou a latir e andar na minha direção. Eu sabia que de nada adiantaria correr, eu estaria virtualmente morto se o bicho me atacasse. Já estava tomado pelo medo, quando surgiu um Urso subindo a estrada a galope e cruzou com o cão. Os animais se entreolharam e o cão latiu pro Urso, no que este respondeu -Sai daqui animal-, e urrou. O cão se intimidou e olhou para mim novamente, voltou a focar seu ataque neste que voz fala.
Eu gritei pro Urso -Por favor, me salva, eu vou ser morto!!-. O Urso me olhou com consideração, correu, e colocando-se entre mim e o cão.
Os animais começaram a lutar, mas a superioridade do Urso era muito clara. Mesmo o cão sendo enorme, o Urso era ao menos umas quatro vezes maior. Apesar disso, eu ainda sentia medo, pois por mais improvavel que fosse a derrota do meu protetor, se ele perde-se, eu tambem morreria.
A luta pendia contra o cão, ma so Urso não conseguia finaliza-la. Ele olhou pra mim e perguntou -Será que eu posso levanta-lo e joga-lo contra o chão?- -Claro!-Eu disse. Ele agarrou o super São Bernardo com uma das patas dianteiras, levantou-se e jogou-o contra o chão. Pude ouvir a coluna do cão quebrando, ele estava morto.
Agradeci o Urso, ele se despediu de mim e seguiu pro mato posterior a estradinha de terra.

Ai, eu acordei.

terça-feira, 14 de setembro de 2010